Obrigatoriedade do E-social nas Empresas

Já está em vigor à obrigatoriedade de adesão ao e-Social para todas as empresas de porte com faturamento anual de até R$ 78 milhões.
A exigência vale desde janeiro para 13,7 mil negócios que correspondem a cerca de 15 milhões de trabalhadores.
A obrigatoriedade se estende a mais de 18 milhões de empreendimentos no agora no início do segundo semestre o que inclui micro e pequenas empresas, além dos MEIs (microempreendedores individuais) que tenham funcionários.

A ferramenta unifica a prestação de 15 relatórios a órgãos do governo, com informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias dos empreendedores.
Essa adesão é dividida em cinco fases e a primeira é justamente a que envolve o cadastro do empregador. Logo em setembro será necessário atualizar dados de trabalhadores e os vínculos com as empresas.
Em novembro será a vez da folha de pagamento e em janeiro de 2019, dados previdenciários e sobre a segurança e saúde do trabalho.

O sistema deve ser usado para registrar informações de empregados e de eventos como férias e horas extras.
Para o empregador poderá  haver simplificação do cadastro de informações e redução de custos na gestão de recursos humanos nas empresas.
A plataforma simplificada permitirá ao microempreendedor realizar cálculos automáticos, como rescisões e férias.

Para o governo essa ferramenta vai permitir mais controle sobre pagamento de tributos e aumento da arrecadação.
O sistema é um projeto que integra Receita Federal, Caixa Econômica Federal, INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Previdência e Ministério do Trabalho.
Não deixe de implantar! Informe- se, existem vários cursos a disposição para todos os esclarecimentos.

Evite multas!

Post anterior
Impacto da greve dos caminhoneiros
Próximo post
A TECNOLOGIA É NOSSA ALIADA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu